DEVEMOS INTERCEDER E AGIR PELA IGREJA

devemos-interceder-e-agir-pela-igreja

“E disse ao Rei: Viva o rei para sempre! Como não estaria triste o meu rosto, estando a cidade, o lugar dos sepulcros de meus pais, assolada, e tendo sido consumida as suas portas a fogo” (Ne 2:3).

A palavra de Deus é apta para ministrar a verdade, para repreender o mal, para corrigir os erros e para ensinar a maneira certa de se viver (II Tm 3:16), de modo que na palavra encontramos um tesouro imensurável de juízo e de conselhos que podem salvar a nossa alma. Num único versículo podemos aprender milhares de coisas; essa é a riqueza das escrituras inspiradas pelo Espírito de Deus, de modo que sem o Espírito de Deus as palavras contidas na bíblia se tornam mortas! Neemias era servo fiel do rei (Artarxerxes), quando Israel estava em cativeiro, e servo fiel do Rei (Jesus).

Neemias tinha ocupação secular, era dedicado, e irrepreensível, vivia numa terra pagã, mas não se havia contaminado, nem esquecido do Deus de Israel espiritual (Gl 6:16). Hoje, semelhantemente a Neemias, todos temos ocupações seculares (emprego, escola, universidade, responsabilidades diárias) e vivemos num mundo pagão (IPd 2:11|II Cor 5:4). Porém, ao contrário de Neemias nós temos sido mais dedicados ao rei do que dedicados ao Rei (Deus), nos esquecendo de dar a César o que é do César e a Deus o que é de Deus (Mt 22:21). Todos temos nos contaminado com os alimentos da Babilónia ao contrário de Daniel (Dn 1:8), temos bebido o vinho da Grande prostituta (Ap 18:2-3).

Por causa do sono o mundo tem tido êxito em mudar os nossos nomes, todos eramos Daniel, Misael e Azarias, e agora ficamos Beltessazar, Hananias e Abebe-Nego (Dn 1:6-7). O sentido do nosso nome como um pingo de sal lançado num rio desapareceu; hoje o que é ser “cristão” ou “evangélico”? 2 Neemias, (tal como Daniel) não trocou o sangue de Cristo pelo vinho da Babilónia, nem tão pouco a carne de Cristo pelos alimentos da Babilónia (Jo 6:55-56)! Hoje o que devia ser santo é profano, o que devia ser humilde é arrogante e soberbo, o que devia perdoar é rancoroso, o que devia amar é odioso. O que devia ser sóbrio é bêbado, o que devia ser virgem é fornicador, o que devia ser sacro é mundano, o que devia encobrir é fofoqueiro, o que devia ajudar é devorador; o que devia ser sal é doce como a prostituição, o que devia ser luz é um abismo de trevas sem fim.

Hoje os que deviam evangelizar devem ser evangelizados sobre a evangelização, quem evangeliza é a seita, a ganância é tanta que se torna difícil distinguir o pastor do lobo ou a ovelha do burro. Nós nos esquecemos do Deus de Israel, tal como alguém que dorme se esquece de si próprio. Neemias não dormiu, resistiu o sono, não pós os olhos nas especiarias da babilónia, não pós o coração no vinho do rei da Babilónia. Neemias estava atento a realidade do seu povo, sabia de onde haviam sepultado os seus pais, sabia em que estado se encontrava a cidade do seu povo, e acima de tudo sabia qual dos reis ele precisa consultar primeiro. Neemias virou intercessor.

“Que veio Hanani, um de meus irmãos, ele e alguns de Judá; e perguntei-lhes pelos judeus que escaparam, e que restaram do cativeiro, e acerca de Jerusalém. E disseram-me: Os restantes, que ficaram do cativeiro, lá na província estão em grande miséria e desprezo; e o muro de Jerusalém fendido e as suas portas queimadas a fogo. E sucedeu que, ouvindo eu estas palavras, assentei-me e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus. E disse: Ah! SENHOR Deus dos céus, Deus grande e terrível! Que guarda a aliança e a benignidade para com aqueles que o amam e guardam os seus mandamentos; Estejam, pois, atentos os teus ouvidos e os teus olhos abertos, para ouvires a oração do teu servo, que eu hoje faço perante ti, dia e noite, pelos filhos de Israel, teus servos; e faço confissão pelos pecados dos filhos de Israel, que temos cometido contra ti; também eu e a casa de meu pai temos pecado. De todo nos corrompemos contra ti, e não guardamos os mandamentos, nem os estatutos, nem o juízo que ordenaste a Moisés, teu servo. Lembra-te, pois, da palavra que ordenaste a Moisés, teu servo, dizendo: Vós transgredireis, e eu vos espalharei entre os povos. E vós vos convertereis a mim, e guardareis os meus mandamentos, e os cumprireis; então, ainda que os vossos rejeitados estejam na extremidade do céu, de lá os ajuntarei e os trarei ao lugar que tenho escolhido para ali fazer habitar o meu nome. Eles são teus servos e o teu povo que resgataste com a tua grande força e com a tua forte mão. Ah! Senhor, estejam, pois, atentos os teus ouvidos à oração do teu servo, e à oração dos teus servos que desejam temer o teu nome; e faze prosperar hoje o teu servo, e dá-lhe graça perante este homem. Então era eu copeiro do rei. (Ne 1:2-11)

Neemias não teve um sonho como resposta da sua oração, não teve uma resposta sobrenatural. Ele continuou angustiado, esperando a primeira oportunidade para agir em direcção ao desejo que apresentara à Deus. E na primeira oportunidade que surgiu, ele lançou a sua petição ao rei Artarxes, e havendo luz verde, aproveitou de tudo que lhe foi posto ao dispor, afim de reerguer a Cidade (Ne 2:6-8).

Vemos aqui, que a oração e a intercessão são inseparáveis da acção. Na verdade a acção é o desenvolvimento da oração; como a potência do motor dita a velocidade do automóvel. Como temos sido igualzinho ao roncar dos motores de alta potência, nos laboratórios de engenharia, em fase de teste; funcionamos muito bem, atingimos a aceleração necessária mas quando postos dentro do carro não funcionamos ao nível da nossa verdadeira capacidade.

Sim, oramos para Deus nos tornar pescadores de almas mas chegamos no mar e não lançamos a rede; intercedemos para Deus curar os enfermos, mas não visitamos os enfermos; oramos para Deus nos dar corações humildes, mas entre nós, nos consideramos superior aos outros etc. Cristo deixa claro que os sábios são aqueles que ouvem e praticam a palavra Dele (Mt 7:26). Ora, se a palavra de Deus nos manda evangelizar, porque ficamos confinados em quatro paredes intercedendo sempre sem sair e praticar? Somos hipócritas.

Vemos aqui que oração sem acção é hipocrisia! Neemias intercedeu pela edificação de uma cidade chamada Jerusalém. Existiam várias cidades pelo mundo, mas ele intercedeu por uma cidade, a sua cidade que estava arruinada. Hoje, há uma cidade (II Cor 6:16| I Cor 6:19), que devemos por ela interceder; a igreja, a cidade do Espírito Santo; O Corpo de Cristo (Col 1:18). Lembrando que intercessão sem acção é hipocrisia!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s